Le notti del terrore

img_125691_lrgOk, continuo lá na minha peregrinação na trilha dos filmes de zumbi. A bola da vez é Le notti del terrore. Peço desculpas pelo estrangeirismo, mas se tem uma coisa que descobri depois de assistir ‘n’ títulos de mortos-vivos é que… bem, cada filme pode ter ‘n’ títulos. Ironicamente esse não tem um em português, mas tem por exemplo três nomes diferentes em inglês. Poisé. Por isso que daqui para frente vou me referir aos filmes apenas usando o nome original, blé.

Mas vamos à história. Hum… ok, não tem história. Manja aquela coisa de “pornô com historinha”? Então, acho que Le notti del terrori inova e chega com o “terror com historinha”. Um professor descobre sabe-se lá o que e faz com que os mortos voltem como zumbis. E aí os hóspedes desse professor (aloprado, cof cof) serão aterrorizados pelos zumbis. Ponto. É isso.

Mas ei, não pensem que isso faz do filme algo ruim. Ele é bem legal e traz algumas situações para lá de inusitadas, a começar pelo fato de que os zumbis não são lerdos e burros como a maioria dos zumbis. Sério, tem uns que são até meio ninjas, é só ver cena da empregada na janela para entender do que estou falando.

A maquiagem também é um ponto alto, os morto-vivos são horríveis, com vermes saindo dos olhos e tudo o mais. Não são apenas cadáveres andando, são realmente monstros, o que obviamente aumenta a tensão, se pensar por exemplo no sujeito sendo enforcado pro um deles, que vai se aproximando, aproximando, aproximando… e os vermes quase caindo no mocinho.

Enfim, vale pela curiosidade. Produção italiana de 1981 (meu ano!) dirigida por Andrea Bianchi, que conta até com um anão fazendo papel de criança apaixonada pela mãe (apaixonada no sentido sexual, vamos dizer). Gee, dá para começar a semana de forma MAIS bizarra?

Em tempo: falei sobre Zumbis na Literatura lá no blog do Meia Palavra. Sugestão de livros para quem curte histórias desse tipo.

4 comentários em “Le notti del terrore”

  1. Há duas cenas nesse filme que são absolutamente clássicas. Quer dizer, deveriam ser clássicas mas o filme é pouco conhecido: a da morte da empregada na janela e a do aríete.

    Estou feliz de termos completado o circuito dos filmes clássicos e importantes de zumbis. Agora é partir pros não-clássicos e desimportantes 😀

  2. Estou aqui morrendo de curiosidade de saber onde tu consegue esses filmes.

    Se não fosse pedir muito, será que poderia postar uma lista de “filmes obscuros” de zumbis aqui no blog. 🙄

    Eu sei que é muito trabalhoso e tal e se não for possível obrigada assim mesmo, já me delicio com as tuas resenhas. 🙂

    1. eu meio que acabo vendo esses filmes por causa do fábio (o primeiro a comentar aqui). vou pedir para ele fazer uma colaboração especial aqui no hellfire postando uma lista com esses filmes ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *