How I Met Your Mother (Primeira Temporada)

Então que fazia tempo que eu ouvia falar de How I Met Your Mother (bota tempo nisso, a série está no ar desde 2005), mas eu sempre acabava me enrolando e nunca assistia. Aí surgiu a oportunidade e fui dar uma conferida para pelo menos saber como era, embora na minha cabeça passar sete anos contando para os filhos como foi que você conheceu a mãe deles parece meio que espichar demais a manteiga no pão, mas ok, vamos lá. Primeiro episódio você assiste achando o Ted cute,  aí continua para ver o que acontecerá após ele dizer “Eu te amo” no primeiro encontro, então de repente você acha o Barney hilário, aí acha fofinho Lily e Marshall e quando percebe já está completamente fisgado e já assistiu todos os 22 episódios da primeira temporada.

Confesso que no começo achava que quem carregava nas costas o programa era o Barney, ele estava sempre ali nos melhores momentos de cada episódio, e as risadas tinham sempre alguma coisa a ver com ele. Mas aos poucos as outras personagens vão conquistando (especialmente Marshall, é muito nhóóóuuum mesmo) e aí até dá para entender porque algumas pessoas continuaram assistindo à série mesmo depois que Ted chegue até a sétima temporada sem ter respondido quem é a mãe dos meninos. Histórias paralelas vão sendo criadas, embora o foco continue sendo a busca de Ted pela garota dos sonhos, como a ida de Lily para a casa dos pais de Marshall (ótimo episódio) ou mesmo a história de como o Barney ficou tosco do jeito que é.

Ted como protagonista eu acho realmente fraquinho. É bem lindinho o jeito que ele corre atrás da Robin e faz bobagens apaixonado, mas ele é meio sem sal e parece que ainda precisa de mais desenvolvimento. Até porque né, é ele que conta a história. Dos melhores momentos dele nessa primeira temporada acho que ficam no “Nothing Good Happens After 2AM” e “Matchmaker”, além do piloto, é claro. Mas se a série realmente ficar se concentrando em como ele vive metendo os pés pelas mãos com os relacionamentos, a coisa vai ficar meio chata algumas temporadas para frente (Skywalker já comentou que depois da terceira a série despenca, o que parece confirmar essa minha ideia).

É engraçado mas eu meio que sinto uma vibe Friends ali. Não estou dizendo que é uma cópia planejada ou que seja ruim, só que alguns momentos lembram bastante o seriado. A começar pela relação Ted/Robin que lembra muito o começo de Ross/Rachel (antes de “We were on a break”, claro). Barney tem o jeitão mulherengo de Joey (com a diferença que não costuma se dar tão bem quanto o segundo). Marshall/Lily são um pouco Chandler e Monica depois do casamento de Ross na Inglaterra. Mas de novo, não me parece intencional e nem é algo ruim. Só que se pensarmos que Friends acabou em 2004 e How I Met Your Mother começou em 2005, meio que dá para entender um pouco do sucesso da série: roubou alguns “órfãos” dos amigos do Central Perk, no final das contas.

Mas ok, é bobagem. O fato é que esta primeira temporada (e aparentemente as outras também) acabam brincando com algo com o que todos nós nos reconhecemos, que é essa coisa de voltar atrás e analisar o passado. De ver como chegamos até o ponto onde estamos, o que nos levou até ali. Eu sempre comento que não fosse meu ex não haveria o Fábio na minha vida, por exemplo. E não fosse uma apaixonitezinha anterior ao ex, não haveria o ex. E por aí vai. No fundo sete temporadas para contar uma história parece meio exagero, mas eu meio que entendo a linha de raciocínio de Ted. Porém já tenho o discurso ensaiado para quando for contar para o Tuco How I Met His Father, hehe.

E aí que ontem mesmo eu já comecei a segunda temporada, que eu acho que vou acabar vendo bem rápido também. Já fui sondar o que está acontecendo atualmente na série e confesso que não curti muito. Da minha procura por spoilers e afins, a informação mais bacana que achei foi uma teoria sobre quem é a mãe dos garotos, que vi lá no IMDb: The mother doesn’t exist, neither do the kids, Ted is crazy. Há! Enfim, vale pela distração. Se minhas previsões estiverem corretas e meu toc permitir, não vou até o fim, mas por enquanto sigo em frente.

10 comentários em “How I Met Your Mother (Primeira Temporada)”

  1. Essa teoria do IMDB vai pipocar na sua mente na sétima temporada. De resto, é surpreendente como essa é uma série que mexe bastante com a “desconversa”. Você acaba se importando mais com os personagens “secundários” do que com o futuro do Ted.

    1. né? tanto que eu achei que o grande momento do final da temporada nem foi ted finamente ficando com a robin (embora a cena da dança da chuva tenha sido bem cute), mas a separação do marshall e da lily.

      eu já vi que nas temporadas mais para frente o barney vai ficar com a robin. poutz +_+

  2. Juro que na primeira temporada olhei pro Barney e a Robin e disse: “Esses aí vão acabar juntos”. RÁ!

    Enfim, comecei a assistir, fui até a quinta temporada, parei um pouco e dei um gás vendo a sexta e a sétima pensando que a oitava já tava rolando (com todo aquele negócio de que não passariam de sete temporadas eu fiquei toda na expectativa vendo que vem outra por aí). Daí termino a sétima e… CADÊ OITAVA? Só em setembro. Me senti órfã mesmo sem a série ter acabado só porque TENHO QUE ESPERAR ATÉ SETEMBRO! É um saco gostar tanto de uma série….

    Ah, Marshall já me conquistou nos primeiros ep. quando ele começava a cantar o que fazia, achei isso demais >.<

    Bem, enquanto setembro não chega, Community tá suprindo minha necessidade de séries-de-epiódios-curtinhos-e-hyper-engraçados (aliás, conhece? é demais!)

    1. tem aquele episódio que os dois saem juntos, né? eu achei que não é exatamente nada a ver (como o joey com a rachel em friends), mas ahhhhhhhhh a robin tinha que ficar com o ted >< eu de quando em quando vejo comunnity, mais qdo estou trocando canal e tal. mas parece bem legal mesmo, pelo menos os episódios que vi eu gostei. teve um com pulp fiction que achei ótimo.

  3. Ah, eu não gosto muito do casal Robin e Ted não (a Robin é legal demais pra ficar com o Ted!)

    ep do pulp fiction? acho que ainda não cheguei nesse hehehehe Mas vi esse fim de semana um com zumbis que foi fenomenal (lembrei de ti na hora!)

    1. opa, vou aproveitar que tem no netflix e assistir hj ^^

      já estou indo para o quinto episódio da segunda temporada e estou concordando com vc, ted e robin não tem nada a ver mesmo +_+

Deixe uma resposta para Izze Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *