Agora aos comerciais (ou: Sobre o Megadodo)

A história é assim: Hellfire estava no Blogspot, aí o Fábio descobriu “essa ferramenta nova chamada WordPress” e insistiu que eu tinha por a + b que mudar o Hellfire para um servidor próprio, usando o tal do WordPress. Eu disse que não, não e não e ele foi lá e migrou por conta própria, hospedando no servidor da Valinor para mostrar como era legal. E ok, funcionou, estou por aqui desde novembro de 2005, pagando o www.anica.com.br todo ano e não me arrependo da mudança, o WordPress é realmente melhor do que o Blogspot, e ter o WordPress em servidor próprio é ainda melhor, já que posso colocar todas as quinquilharias que der na minha telha.

Salto no tempo, vamos para novembro de 2007. Como pode perceber, o Fábio fica muito pró-ativo em novembro. Então eu comento com ele por cima sobre a ideia de um fórum sobre literatura, mas fico naquela de “deixa pra lá, nem vale a pena”. Ele bota fé, encontra o MyBB, um sistema parecido com o que utilizávamos na Valinor, mas de graça e pans, bota o Meia Palavra no ar para mim. E desde 2007 pago o www.meiapalavra.com.br bonitinho, e não só não me arrependo como sempre serei grata ao Fábio por ter acreditado e colocado a coisa para funcionar quando eu estava quase abandonando o projeto. Sem ele, nem o blog existiria.

Eu contei essas duas histórias para ilustrar um pouco o que acabou virando o Megadodo. Sempre falávamos em “hospedar no servidor da Valinor“, mas depois que chegaram o Rui, Skywalker, TT1 e Danieli, etc. percebemos que tinha tudo ali para começar algo novo, maior do que a Valinor. A Valinor é e continuará sendo o site mais importante, estável e de maior comunidade sobre Tolkien no Brasil (que me perdoem os outros sites Tolkien, mas eles sabem que isso é verdade). Mas agora ele será parte do Megadodo.

O que seria então, o Megadodo? Funciona como um portal agregador, digamos assim. Temos vários blogs/sites de uma infinidade de assuntos hospedados no mesmo servidor, com o total apoio técnico do Fábio e, o mais importante, liberdade “editorial”. O blog é seu e você faz dele o que dá na telha, no mesmo esquema que seria se você abrisse uma conta no Blogspot ou no WordPress. Mas aí tem o lado bom de que você:

a) Pode registrar domínio próprio, e inclusive ter o email com esse domínio

b) Pode colocar as quinquilharias que quiser no seu blog

A ideia é crescer, crescer e crescer, mas estamos começando aos poucos – ainda nem desenvolvemos uma logomarca, hehe. Mas o Fábio já fez um excelente post explicando sobre o que vem a ser o Megadodo (toda vez que leio me parto de rir), e convocando o pessoal a ser Megadodo também. Com esse post aqui no Hellfire eu só quero reforçar o convite. Recentemente chegaram o Pixel e Tinta e o Blog do Rubone, e acho que muito mais virá por aí. Acreditem, tem tudo para ser algo muito bacana para todos nós.

***

E já que falei do Megadodo, vamos lá para as novidades do Meia Palavra. Está rolando o Clube de Leitura sobre o Rei Lear, e as discussões estão bem legais. Se curte Shakespeare, dá um pulo lá que está realmente interessante.

No blog, começamos uma promoção com a Editora Aleph, nossa nova parceira. Para participar é só curtir a página do Meia Palavra no Facebook e pronto! O resultado sai domingo dia 13/2.

***

Outro blog Megadodo (há!) é um que estou fazendo com a clandestini, o Ministry of Zombie Walks. Eu já comentei sobre ele no twitter, mas aqui tenho mais espaço para explicar: a ideia é falar sobre tudo o que envolva zumbis. Livros, filmes, videos, notícias… enfim. Está ainda em construção, mas já dá para visitar e ter uma ideia do que se trata.

***

Acho que com isso deu para ter uma ideia do que é o Megadodo, não?

10 comentários em “Agora aos comerciais (ou: Sobre o Megadodo)”

  1. Eu como megadodo, já posso afirmar que estou muito satisfeito com o serviço, especialmente com o suporte técnico do Fábio, que já deve estar de saco cheio das minhas solicitações, hehehe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *