Francesas gostosas

Hum, ok, eu não vou falar de francesas boazudas, isso aí foi mais para pegar vocês de surpresa, he he. Enfim, desde Emilie Simon eu deixei meu preconceito sobre música francesa de lado e cá estou eu curtindo um sonzinho com sotaquÊ. Sabe como é, nos velhos esquemas de busca através do all music (que continua sendo um dos sites mais batutas de música que eu conheço), então vamos fazer aqui um apanhado geral do que tenho ouvido ultimamente.

Começamos com a lista de artistas similares à Emilie Simon e dela vamos para a francesa Camille, que cantava no Nouvelle Vague – banda que tem covers muito bacanas de músicas famosas nos anos 80, tipo Dancing With Myself e The Killing Moon, mas com uma batida de bossa nova. O som de Camille de certa forma se aproxima bastante do que ela já fazia com o Nouvelle. Já lançou quatro álbuns, sendo o mais recente de abril desse ano.

Ainda nos artistas similares da Emilie, descobri ontem a ótima Coralie Clément. Também tem um quê de bossa nova, mas soa mais melancólica do que a Camille e a Emilie (ambas têm algumas músicas até bem, ahn, serelepes digamos assim). Já gravou dois álbuns, sendo o mais recente de 2005.

Dos artistas similares à Coralie Clément vamos para Charlotte Gainsbourg, filha de Serge Gainsbourg e mais conhecida pela carreira como atriz (ela faz uma participação em 21 Gramas) do que pela parte musical, o que é até estranho visto que ela já canta desde que é pirralha. Boas músicas em cinco álbuns lançados, sendo o mais recente de 2007.

Ainda similar à Coralie Clément, temos Keren Ann. Aqui é complicado, porque ela não é exatamente francesa, mas já que canta algumas músicas em francês e viveu a maior parte da vida em Paris, vamos mantê-la aqui na lista. O álbum mais recente é de 2007, sendo que desde 2002 já lançou seis trabalhos.

E nos artistas similares à Keren Ann chegamos a francesa mais comentada do momento, Carla Bruni. Estava bem curiosa para conferir as músicas dela já há algum tempo, e nessa brincadeira de artistas similares acabei finalmente ouvindo. E é muito bom, mesmo. Aquele tipo de música que você deixa tocando de fundo em um fim de tarde preguiçoso. Já são quatro álbuns lançados e esse último teve mais repercurssão até porque ela já era a Sra. Sarkozy (e aí tem um monte de jornalista que quer “interpretar” as letras ao invés de simplesmente curtir a canção, blé).

Enfim, deixo o mapa das minas (háhá, que engraçadona que eu estou) aqui para vocês. Todas gravaram músicas deliciosas, então se estiver meio cansado das cantoras americanas, britânicas e winehousêsticas, não deixem de conferir essas francesas. Chique no último, benhê.

2 comentários em “Francesas gostosas”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *