Ufanismo

massa.jpgEntão, como sabem, eu gosto de F1, o que de certa forma explica porque caio cedo da cama para assistir corrida. Como uma brasileira que gosta de F1 e que, até que se prove o contrário, é mentalmente sã, é evidente que gostaria de torcer para alguém que fosse: a) vencedor b) brasileiro.

Quando uma coisa não se une à outra, fico sem remorso com a primeira opção. Sabe como é, esse negócio de torcedor sofredor o futebol já me garante. O fato é que convivo com a opção “a” tem mais de 10 anos, e não me sinto obrigada a torcer para perdedores por serem brasileiros. E sim, costumo ficar um tanto tiririca quando alguém vem com o papo patriota “Admire os da sua terra” para cima de mim (o que escuto durante todo esse tempo que só tive a opção “a”). Admiro quem tem o que ser admirado e pronto.


Mas sim, devo confessar que achei de certa forma emocionante a vitória do Massa hoje. Tenho noção de que não vem aí um Senna da vida, embora ache que de Rubinho ele não tenha nada também (outra mania de brasileiro, né? comparações). Porém, tem qualquer coisa de especial em ouvir o hino do seu país, ao invés do italiano, alemão, francês…

Só não concordo com o TANANANAAAAAAAAAM. Ah, isso não. :gotinha:

11 comentários em “Ufanismo”

  1. o “tananam” pareceu sacrilégio… sei lá… tá certo que nem lembro se eles colocaram o tema quando o Rubinho ganhou, mas acho que não ficou legal dessa vez.

    Sou mais Fórmula Indy, tá muito mais divertida. Pelo menos você nunca sabe quem vai vencer, além de que a corrida não parece uma procissão, como a maioria dos GPs de fórmula 1. Pena que só tem mais uma corrida nessa temporada…

  2. Emocionante a vitória, não? Cada um tem seu estilo de torcer, só que eu não consigo deixar de querer ver o Brasil vencedor, como era com o Senna. Não acho que seja falso patriotismo, é mesmo muito legal ver Brasileiros vencendo em esportes, ainda mais nos quais não somos os mais fortes ou não temos tradição. E, poxa, no automobilismo nós já temos sim bastante reconhecimento, tivemos pilotos campeões, o que gera certa cobrança minha e de muita gente. Não é como “baseball”, onde não temos nenhuma tradição… é F-1! A gente pode e tem que estar entre os primeiros, ainda mais com chances seguidas de estar em uma das melhores escuderias. Por isso eu não deixo de torcer pelo Brasil, e enquanto a gente não ganha eu apenas curto as corridas, sem ter muito pelo que comemoras 😉

  3. Deixar de querer ver o Brasil vencedor eu não deixo, como eu disse no post. Mas não vou ficar roendo unhas para o Rubinho quando sei que ele não tem talento para ser campeão, por exemplo. Até porque eu gosto de F1.

    É tipo em um concurso de Literatura eu torcer para um cara que só escreve porcaria porque ele é brasileiro, entende?

  4. Até que enfim a Ferrari fez uma cagada que prejudicou o Schumacher… rs….
    Só assim para brasileiro ganhar. Não por que o Massa seja ruim, mas o alemão realmente está um passo na frente dos outros.

  5. Voce sabia que o “hino da vitoria dos brasileiros” na Formula-1 foi tocada pela primeira vez para um dos poucos pilotos marrentos, briguento, e que tem culhoes de peitar o pentelho do galvao, aka Nelson Piquet?

    tipo, eu ja pagava pau para ele por que ele tem um Cessna Citation X, o que eh foda. Sem contar que ele curte metal… agora, depois q eu descobri isso, percebi do pq que ele era tao fodao. =]

  6. Anna on 28 Agosto, 2006 at 11:05 am said:

    Ainda tocam essa música? 😯

    Eu achava que não, mas tocam O_o

    J040 on 28 Agosto, 2006 at 2:00 pm said:

    Até que enfim a Ferrari fez uma cagada que prejudicou o Schumacher… rs….
    Só assim para brasileiro ganhar. Não por que o Massa seja ruim, mas o alemão realmente está um passo na frente dos outros.

    Poisé, acho que não deve ter profissão pior do que segundo piloto do schumacher. Ah, tem. Queijeiro! :mrpurple:

    Omykron on 29 Agosto, 2006 at 2:59 am said:

    Voce sabia que o “hino da vitoria dos brasileiros” na Formula-1 foi tocada pela primeira vez para um dos poucos pilotos marrentos, briguento, e que tem culhoes de peitar o pentelho do galvao, aka Nelson Piquet?

    tipo, eu ja pagava pau para ele por que ele tem um Cessna Citation X, o que eh foda. Sem contar que ele curte metal… agora, depois q eu descobri isso, percebi do pq que ele era tao fodao. =]

    Eu gosto do Piquet, não sei pq as pessoas não gostam. Arrogante por arrogante, o Senna também era.

  7. O problema não é gostar do Piquet e do Senna. O problema é gostar do Piquet e não gostar do Senna, como no meu caso. Tem um monte de viúva por aí que não pode nem ouvir um troço desse. Parece sacrilégio… Mas como gostar de um cara que conta para todo um povo que ganhou uma corrida apenas com a primeira e a sexta marchas. Que acha que jogar o carro em cima do único adversário que tem chance de lhe tirar o título, mesmo que, não acredito que esse seja o caso, ele tivesse feito a mesma coisa um ano antes. Sinto muito, mas não dá…
    .
    .
    Ai, ai, ai… Meu analista me proibiu de tocar nesse assunto… rs… Mas eu não resisto. Fazer o que?

  8. Ah, tudo bem. Ainda mais porque não dá para respeitar um cara que pegou a Xuxa. Mas veja por outro lado, Senna fez escola: Schumacher repetiu a manobra senna/prost com Damon Hill, poucos anos depois. :dente:

  9. É mesmo. Tinha me esquecido disso. Acho que sou menos crítico com o alemão, talvez por não ter que filtrar o monte de baba-ovismos do Galvão Bueno dizendo que o cara é um Deus. Erro meu, admito. Mea-culpa, mea-culpa… rs…
    Bela escola essa que ensina que devemos usar qualquer meio para ganhar, moral ou imoral, não importa. Depois não entendemos por que a nossa classe polí…
    .
    .
    Ôôôôôôps.. Desculpem… Outro tema que o meu analista me proibiu de comentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.