O Eterno Despertar

Eu já comentei por aqui do lance das vezes que eu durmo tão pouco que acho que nem acordei, não? Pois é. Isso me lembra muito o primeiro arco de histórias de Sandman escrito pelo Neil Gaiman, o Prelúdios e Noturnos.

Resumindo para quem não conhece: Um mago aprisiona Morpheus por engano, uma vez que tentava aprisionar a Morte. Sonho fica preso durante anos, tempo suficiente para que esse mago morresse e o filho do mesmo continuasse mantendo Sandman preso. Eis que o Lorde Moldador consegue escapar e qual providência ele toma tão logo se recuperou? Vingança.

E a vingança? O eterno despertar. Em outras palavras, Alex Burgess tinha pesadelos horríveis e acordava. E pouco tempo tinha para se confortar com a idéia de que “era só um sonho”, porque então ele percebia que estava sonhando ainda, ou pior, tendo outro pesadelo. Um dentro do outro, sem parar.. isso até quando o Sandman mó-rrêu.

E onde eu quero chegar com essa pira toda?

A lugar nenhum

Estou divagando sobre esse negócio de sonho e realidade. Não dá para dizer que realidade é quando sentimos, porque eu já tive sonhos tão reais que sentia o que estava acontecendo. Eu lembro muito de um trecho de “O Estranho Misterioso”1 , do Mark Twain, quando Satã diz para o menino que não existe nada além dele, que ele é um pensamento solitário e tudo é criado por ele.

Is all that we see or seem
but a dream within a dream?2

Eu piro bastante sobre isso e acho que nem sempre o “cogito ergo sum” é o suficiente Nossa. Comecei falando de Sandman e já estava quase fazendo a citação básica de “O Mundo de Sofia” ¬¬. Isso tudo só para contar do pior pesadelo que eu já tive até hoje O.o

Então. Quando eu era uma mitocôndria (), eu costumava ter *muitos* pesadelos, ao ponto de passar uma época dormindo com meu irmão porque meus pais não aguentavam mais acordar toda noite com um “tive pesadelo, posso dormir aí?”.

Pois bem. Teve uma noite que tive um pesadelo com o Freddy Krueger (o primeiro na lista dos meus pesadelos).E acordei mó assustada. Aí, levantei para ir para o quarto dos meus pais. Enquanto eu atravessava o corredor, olhei para a sala e….

FREDDY KRUGER SENTADO NO MEU SOFÁ VENDO FILME!!

Aí eu acordei de novo. Mini Eterno Despertar ^^

Repara só: o cara que mais me metia medo na infância tinha tudo a ver com esse negócio de sonho/realidade. Eu estou achando que eu tenho séééééérios problemas para encarar a realidade

“Além do mais, o real é aquilo do qual a gente não pode despertar…”3


  1. leitura altamente recomendável 

  2. Edgar Allan Poe 

  3. Lewis Caroll 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *