Supernatural S06E13 e S06E14

Ok, não serei a tia chata que só reclama. Minha opinião geral (e que só se repete) do que tem sido a sexta temporada de Supernatural eu já comentei por aqui, em outros posts. Sim, continuo achando que a série está pecando nos mesmos pontos, mas resolvi dar uma de Pollyana e ver o lado bom das coisas. Como reclamação, deixo apenas um comentário: oi, cadê aquela trilha sonora foda da série? A trilha está ficando cada vez mais parecida com série xumbrega dos anos 80, com raros momentos bacanas de old rock. Fala sério, isso era uma das coisas que Supernatural tinha de melhor, não mexam nisso!!

Mas vamos ao momento Pollyana então.  Unforgiven (S06E13) tem um pouco do Sam-sem-alma, em forma de flashbacks. Eles devem ter percebido como o Sam-sem-alma deu certo e agora estão tentando explorar isso ao máximo, pelo menos foi a sensação que deu. Mas a história foi montada de um jeito legal: como Sam estivera na cidade antes de ter a memória apagada pelo Morte, ficou um pouco de um clima Amnésia, com ele tendo que relembrar o que acontecera no local um ano antes.

Não foi um episódio ruim, e a conclusão deu uma ideia boa do que acontecerá com Sam se ele continuar buscando saber o que aconteceu quando ele não tinha alma. Minha única preocupação é sobre o excesso de plots que vão surgindo: a mãe de todos, a batalha no céu, a alma de sam, etc. É óbvio que não vão resolver isso em uma temporada, mas dava para guardar um pouco para anos, não? Upz, falei que não ia reclamar e aqui estou eu, hehe.

Já de Mannequin 3: The Reckoning (S06E14) eu não tenho do que reclamar (fora a trilha sonora, há!). Foi história de fantasma, e eu adoro quando tem fantasma no Supernatural (acho que antes de acompanhar a série um dos primeiros episódios que vi foi aquele da fantasma na estrada). O episódio veio cheio de momentos inusitados, apesar de seguir a boa e velha fórmula do programa.

Mas agradou mais por deixar um pouco de lado os ‘n’ plots dessa temporada. É quase como se tivessem assumido “Ok, já que voltou ao esquema de monstro do dia, vamos realmente voltar a esse esquema”. Então mesmo com os Winchesters discutindo relação (o que convenhamos, eles fazem desde a primeira temporada), o episódio foi legal, teve aquele gosto dos bons tempos.

Sim, a sexta temporada continua irregular. Ainda acho que os melhores momentos é quando eles tocam o foda-se para as subtramas e focam em uma história única. Eu acho que no começo da série a subtrama (busca pelo pai) era necessária para justificar Sam caçando com Dean. Mas hoje em dia eles já se assumiram caçadores mesmo, abriram mão de tudo então…

(Eu falei que não ia reclamar, por isso não comentei da presença da Lisa. Se ela aparecer de novo em episódios futuros, aí eu reclamo por esse também, hmmkay?)

2 comentários em “Supernatural S06E13 e S06E14”

  1. Li várias declarações deles que o pouco uso da trilha sonora foda é que devido a cortes no orçamento eles estão tendo que economizar na trilha, pq o valor dos direitos autorais é muito grande.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *