Coraline 3D (o filme)

coralineVocês não têm noção de quanto tempo eu não vou ao cinema (acho que a última vez foi para assistir Superman). Mas é aquela coisa, com internet e home theater em casa, o filme tem que ter alguma característica absolutamente excepcional para fazer com que eu vá pagar ingresso de um valor absurdo para ainda ter que tolerar uma sessão cheia de gente mal educada que esquece de desligar celular ou acha que o melhor lugar para tirar fotos é uma sala de cinema. Poisé. Mas a animação Coraline, baseada no romance de Neil Gaiman, tinha a tal da característica: é em 3D.

E lá fui eu pagar ingresso caro (16 reais, gente. Numa quinta-feira a tarde isso é ridículo), já que 3D infelizmente não é possível ver em casa. Dei sorte, minha sessão estava bem vazia, com um punhado de crianças até bem educadas e caladas. Óculos em mãos (uou, não são mais aqueles tosquinhos de papel, heim), passam uns trailers de outras animações 3D por vir e eis que começa o filme…

Já nos créditos iniciais algumas cenas pareciam feitas sob medida para a tecnologia da animação. Mãos de metal costuram uma boneca, e em certo momento uma agulha vem direto na nossa direção. Cool. Os primeiros minutos são obviamente de “uous” e “legaaaaal” para qualquer coisa que evidenciasse o 3D. Aí a Coraline começa a falar.

Sério, respeito o trabalho dos dubladores e eu mesma já vi algumas animações dubladas que ficaram bem bacanas (tipo Lilo & Stitch e A Era do Gelo), mas a dublagem de Coraline está muito ruim. Parece que não encaixa, que não deu certo (ao contrário dos outros desenhos que citei, que quase davam a sensação de terem sido feitos em português). Uma pena, até porque para ver 3D só dublado (e aí eu já começo a pensar que Alice do Tim Burton que chega no ano que vem terá esse mesmo problema…).

Sobre o filme em si, é exatamente o que já tinha dito do livro: é infantil. Infantil mesmo, feito para crianças e sem aquelas piadinhas de duplo sentido tão comuns em animações da Pixar que tanto divertem os pais que levam os filhos ao cinema. Isso quer dizer que é ruim? Não, não é. É um filme infantil excelente, acima da média e sim, até bem divertido e de certa forma bastante fiel ao livro do Gaiman (apesar de uma alteração aqui e acolá, naturais em qualquer adaptação).

O problema é que certamente algumas pessoas se decepcionarão justamente por esperar o infantil “para adultos”, o que pode gerar uma propaganda boca-a-boca negativa. Por sorte, o fato de ser 3D despertará a curiosidade do pessoal que provavelmente irá ao cinema mesmo sabendo que o filme é mais bobinho (bobinho = inocente, nesse caso). Pelo menos eu espero que sim. É uma experiência única, e vale a pena conferir. E por enquanto Mr. Gaiman está com mais sorte que o Moore em adaptações, heim? Stardust e Coraline são bons, vamos ver como será quando finalmente filmarem Sandman.

9 comentários em “Coraline 3D (o filme)”

  1. Na verdade eu não assisti o filme então não vou comentar sobre ele,é mais para dizer
    o quanto eu gostei(e gosto) desse blog recém-descoberto(estava vasculhando na net sobre o Gaiman que sou fã)to lendo tudo quanto é materia
    escrita no blog,que se assemelha muito aos meus gostos.
    Parabens pelo excelente blog,e desculpa por me estender tanto. 🙂

  2. Não li o livro nem vi o filme ainda, mas lembro que o Gaiman costumava dizer que os adultos achavam a história assustadora, enquanto as crianças nem tanto. Pelo trailer pelo menos parecia bem macabro. Vou tentar ver ainda em 3D

    O novo visual ficou bem bacana!

  3. Poxa… e falando nisso como é que está o caso do morte o alto preço da vida?
    Ps.: Realmente esse blog é unico blog que eu realmente dou um jeito de dar uma passadinha sempre que dá! congratulations! rs :g:

  4. Assisti o filme primeiro e depois achei o livro em um sebo.
    Gostei dos dois,mesmo porque se aproveitam algumas frases do livro no filme.
    A junção de stop motion e 3d ficou bem feita e o Gato Sem Nome ficou demais.
    Eu recomendo ambos.
    Para adultos e crianças.
    Valeu.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.