Para minha menina

miu.jpgGato que brincas na rua
Como se fosse na cama,
Invejo a sorte que é tua
Porque nem sorte se chama.

Bom servo das leis fatais
Que regem pedras e gentes,
Que tens instintos gerais
E sentes só o que sentes.

És feliz porque és assim,
Todo o nada que és é teu.
Eu vejo-me e estou sem mim,
Conheço-me e não sou eu.

(Fernando Pessoa)

Saudades, saudades…

11 comentários em “Para minha menina”

  1. Sem querer ser clichê, mas eu sei como é foda isso. Tenho dois cachorros que se morressem eu iria ficar muito mal, acredito que os amamos como membros da família (em certos casos até mais que isso). Minha esposa também é aficcionada por gatos (tem 02) e há um tempo atrás um de seus bichanos se foi… foda.

    Sinto muito mesmo por vocês e pelo seu bichano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *