Qual a ordem certa?

perpétuosComo as pessoas sabem que sou apaixonada por Sandman, sempre que decidem ler as histórias acabam vindo com a pergunta: qual é a ordem correta para ler Sandman? Pois em um serviço de utilidade pública o Hellfire Club traz para você uma lista com a ordem correta!

Aviso de antemão que os novos sonhadores não precisam correr aos sebos e gibitecas para ler Sandman: a Conrad está relançando os arcos em formato em uma edição de luxo supimpona (que por enquanto está no arco ‘Estações das Brumas’). Certo, então vamos agora para a tal da lista:

Prelúdios e Noturnos – O começo de tudo: Sonho saindo de sua prisão e reconquistando seus artefatos. Com participações especiais como John Constantine e a Liga da Justiça, sem contar que é a primeira vez que Lúcifer aparece.

A Casa de Bonecas – Sonho ainda lidando com algumas conseqüências do tempo em que esteve aprisionado, além de ter que resolver o problema do ‘vortex’. Entram em cena personagens importantes como Rose Walker, Hob Gadling e o Coríntio.

Terra dos Sonhos – Histórias separadas, incluindo a visita da Morte à “Element Girl”, Sonhos de uma Noite de Verão de Shakespeare e a história de um dos amores de Sonho, Calliope.

danielEstação das Brumas – Quando Sonho vai ao Inferno para buscar uma antiga amante (Nada), Sonho descobre que Lúcifer abandonou os domínios e deixou a chave para que ele fizesse do Inferno o que bem entendesse. Primeira ‘reunião de família’ dos Perpétuos, vale a pena conferir.

Um Jogo de Você – A história é boba, mas uma personagem chave nas histórias de Sandman é apresentada: a bruxa Thessaly.

Fábulas e Reflexões – Mais um conjunto de histórias da qual sem sombra de dúvidas a mais importante é a que conta a história do filho de Sonho, Orfeu.

Vidas Breves – Delírio decide que quer reencontrar seu irmão Destruição e para isso conta com a ajuda do irmão mais velho, Sonho. Um dos arcos favoritos dos fãs.

O Fim do Mundo – De certa forma lembra “Os Contos da Cantuária” (histórias dentro da história), já que trata-se de uma história na qual várias personagens presas em uma estalagem por causa de uma tempestade contam histórias para passar o tempo.

Entes Queridos – Uma trama que envolve as Fúrias e uma busca insana por vingança. É o arco mais longo de Sandman (e na minha opinião, o melhor).

O Despertar – Pessoas comuns, deuses e familiares aparecem em um velório bastante incomum. Shakespeare aparece pela última vez com “A tempestade”.

Se você já leu todos esses, pode ler também (aí tanto faz a ordem):

Sonhos Sem Fim – Sete histórias, uma sobre cada um dos Perpétuos. Brilhantemente ilustrado, o livro promete resolver alguns ‘mistérios’ das histórias de Sandman.

Caçadores de Sonhos – Sandman versão oriental, com arte do fenomenal Amano. O texto é do Gaiman, mas é muito mais bonito do que legal.

Capas na Areia – Neil Gaiman e Dave Mckean falam do trabalho de criação das capas de Sandman. Têm todas as capas (lindas) e aqui no Brasil foi lançado em duas partes.

sonho e morteO Livro dos Sonhos – Acabou Sandman e você ficou com vontade de ler mais? Nesses dois livros têm contos relacionados aos Perpétuos, porém não foram escritos pelo Neil Gaiman. O melhor de todos é “Mais Forte que Desejo”.

Além disso, tem uma série de HQs que saíram depois de Sandman, mas por não serem escritas pelo Neil Gaiman eu não coloco aqui nas oficiais. Uma delas é a “Morte: A Festa” da qual falei alguns meses atrás.

Se quiserem saber mais sobre Sandman, tem um artigo muito bom na wikipedia. E para quem quer é falar sobre Sandman, tem o fórum do Sonhar.NET (onde vez ou outra dou as caras, ehehe).

Sem mais, bons sonhos 😉

ATUALIZADO (11/12/2016) Mais de dez anos depois eu acabo tropeçando em uma página na internet e percebo: a) como fui arrogante/equivocada ao dizer que essa seria a ordem “certa” e b) como meu trabalho com esse post foi mínimo perto dessa lindeza aqui:

Sandman em ordem cronológica: começando com O Coração de Uma Estrela do Noites Sem Fim e fechando com a história de Destino do mesmo livro.

Sandman em ordem de publicação: começando com a história O Sono dos Justos (de Prelúdios e Noturnos) e terminando com o último capítulo de Overture.

Está em inglês mas, como deve ter dado para reparar com a menção ao Overture, é uma lista bem atualizada (ao contrário da minha, que conta apenas com as publicações até 2006). Ah, sim. E a casa de Sandman por aqui no momento é a Panini.

11 comentários em “Qual a ordem certa?”

  1. Sandman é um dos gibis masi fodas que eu conenhci nessa vida de leituras e releituras. Principalmente pelo fatos puto-sacada: sacadas que te deixam de queixo aberto pra caralho quando você se dá conta das coisas.

    Só que não é o “melhor, wohooo, bazu trilegal chê”. Gaiman ainda assim fala sobre idéias, na melhor forma possível, mas fala de idéias. Por isso o melhor HQ da história fica algo entre “Do Inferno” e “Transmetropolitan”.

    Até aqui, minha opinião.

    Agora, sobre a Conrad, caralho, fiquei babando pela “Estação das Brumas” depois de ANDAR SOBRE ELA na Bienal. O preço que fode TUDO.

  2. Não sei por que, mas sempre acabo lendo “Prelúdios e Noturnos” sem o ‘e’. 😮

    Tenho muita vontade de ler Sandman. Pena que é um tipo de revista que não chegue por aqui e pra comprar pela internet tem um frete muito sacana.

  3. Eu acho engraçado que os fanboys de Sandman (e a Ana é uma das maiores fangirls de Sandman do planeta) continuem falando de Sandman mesmo quando até o Gaiman já encheu o saco.

    Eu, por exemplo, nem li tudo e já tô de saco cheio há anos.

    Wtf, gente. Vamos seguir em frente. Vocês não me vêem falando de WATCHMEN a torto e a direito por aí, vêem?

    Ok, ok. Esse post foi INFORMATIVO, eu sei. Ok, finjam que eu nunca estive aqui. Era uma miragem.

  4. Newspaper Editor on 15 Março, 2006 at 6:22 pm said:

    Sandman é um dos gibis masi fodas que eu conenhci nessa vida de leituras e releituras. Principalmente pelo fatos puto-sacada: sacadas que te deixam de queixo aberto pra caralho quando você se dá conta das coisas.

    Só que não é o “melhor, wohooo, bazu trilegal chê”. Gaiman ainda assim fala sobre idéias, na melhor forma possível, mas fala de idéias. Por isso o melhor HQ da história fica algo entre “Do Inferno” e “Transmetropolitan”.

    Até aqui, minha opinião.

    Agora, sobre a Conrad, caralho, fiquei babando pela “Estação das Brumas” depois de ANDAR SOBRE ELA na Bienal. O preço que fode TUDO.

    Dá para usar cupons de desconto e comprar pelo submarino :mrpurple:

    Lukaz on 16 Março, 2006 at 1:16 pm said:

    Não sei por que, mas sempre acabo lendo “Prelúdios e Noturnos” sem o ‘e’. 😮

    Tenho muita vontade de ler Sandman. Pena que é um tipo de revista que não chegue por aqui e pra comprar pela internet tem um frete muito sacana.

    Aproveite os cupons de desconto E as promoções quando não cobram frete :mrpurple:

    V on 16 Março, 2006 at 1:34 pm said:

    Eu acho engraçado que os fanboys de Sandman (e a Ana é uma das maiores fangirls de Sandman do planeta) continuem falando de Sandman mesmo quando até o Gaiman já encheu o saco.

    Eu, por exemplo, nem li tudo e já tô de saco cheio há anos.

    Wtf, gente. Vamos seguir em frente. Vocês não me vêem falando de WATCHMEN a torto e a direito por aí, vêem?

    Ok, ok. Esse post foi INFORMATIVO, eu sei. Ok, finjam que eu nunca estive aqui. Era uma miragem.

    Ei ei, eu nem falo tanto assim de Sandman! Na verdade só falei aqui porque um pessoalzinho novo começou a perguntar e blablabla

    :dente:

  5. Sandman é a HQ mais foda de todos os tempos, primeiro baixei tudo pelo Rapadura (sem moralismo pirataria é o que há), mas agora estou comprando tudo encadernado, é a maior grana mas compensa, as edições da Conrad estão super caprichadas e eu já comprei Estação das Brumas (morra de inveja Higor).

    Ah! Nem te conto, fui no Festival de tattoos que rolou aqui em SP e tinha lá um stand vendendo varias camisetas da Emile, lembrei de ti na hora :mrgreen: .

  6. muito bom o informativo sobre sandman, mas não entendi pq o ser ali em cima ta reclamando?

    fazem anos q tolkien morreu e ainda venero a cultura senhor dos aneis ,e muitas vezes seu filho ou alguem aparece com algumas folhas novas, reuni tudo e surge algo novo como Contos Inacabados

    Sem contar o pessoal q vive de jornada e guerras na estrelas

    São culturas, não preciso ter os 300 gibis do Homem Aranha para saber o qto ele eh significativo para a cultura comic no mundo

    então, meus parabens pela organização de sandman e que essa tambem seja uma cultura eterna

    parabens pelo blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *