Supernatural S06E07 e S06E08

“Oi, sou a única coisa que presta nesta temporada.”

Depois de assistir aos episódios s06e07 (Family Matters) e s06e08 (All Dogs Go to Heaven) temos lá uma boa e uma má notícia sobre Supernatural. A boa é que deram um jeito de incluir Crowley na trama principal, ou seja, ele aparecerá bastante. A má é que essa trama ainda não deu liga como era para ter acontecido quase perto da metade da temporada. Aquela sensação de que há algo de errado e que não estão conseguindo “escrever” Dean e Sam continua lá, enchendo a paciência de quem ainda insiste em dar uma chance para a série.

Family Matters se concentrou principalmente no mistério do vovô Campbell, e de porque diabos ele andava tão interessado nos alphas. Apareceu uma personagem muito legal (o vampirão), mas ao mesmo tempo o episódio em si foi meio fraco porque tomou muito tempo explicando a trapalhada que é o fio principal da sexta temporada: Crowley tirou Sam e o vovô Campbell do inferno, para que os dois trabalhem para ele caçando alphas, de modo a conseguir tirar informações sobre onde fica o Purgatório. Hmm, okay.

A parte de Sam sem alma até estaria ok, mas PRECISAAAAAVA colocar o avô? Eu ainda acho uma personagem extremamente antipática e desnecessária ali. Se o primeiro episódio abrisse com Sam batendo na porta de Dean dizendo que voltou e precisava de ajuda para voltar a caçar, daria até para ter embromado um pouco para mostrar que ele estava esquisitão e depois “uau, sem alma”, mas sei lá, não afetaria a química das personagens. Agora aquela figura do avô só aparece para mostrar como estão errando a mão com os Winchesters: Dean duvidando de membro da família? Sam confiando cegamente no sujeito para depois num clique passar a desconfiar? Opa, tem algo de errado aí.

Mas enfim, pelo menos tem Crowley na jogada, o que poderá render alguns momentos legais (como “I’m Charlie, you’re my angels” hehehe), e diga-se de passagem, pelo menos alguma personagem com senso de humor por ali, né? Dean está um azedo, e Sam encarnou o Keanu Reeves (há!), todos aqueles momentos legais que víamos nas outras temporadas foram bem raros até o momento.

All Dogs Go to Heaven foi igualmente fraco. Crowley passa um trabalho para os Winchesters, que vão investigar e yadda yadda yadda. Acho que já disse isso antes, mas eu não me importo com a ideia de “monstro da semana” desde que o episódio tenha desenvolvido bem as personagens (alguém mais já se cansou de Castiel dizendo que tem uma guerra no céu?) ou, no mínimo, tenha sido engraçado. Mas desse jeito dá para acompanhar Supernatural como eu faço com, sei lá, Ghost Whisperer, que se tá passando ali eu vejo, mas que não me importo com linha narrativa ou coisa que o valha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.