Bloody Bones (Laurell K. Hamilton)

bloodybonesNo natal ganhei do Fábio uma caixa com quatro primeiros livros da série Anita Blake: Vampire Hunter. Sobre o primeiro, Guilty Pleasures (traduzido aqui no Brasil como Prazeres Proibidos) eu cheguei a comentar aqui no Hellfire mesmo: praticamente devorei o livro, e achei extremamente divertido (e ótimo para curar ressaca de Crepúsculo, hehe). Sobre o segundo, The Laughing Corpse (sem tradução no Brasil), comentei no blog do Meia Palavra em um post sobre zumbis na literatura. Sobre os outros dois (Circus of the Damned e The Lunatic Cafe) eu não comentei em lugar algum porque não me diverti taaaaanto assim.

Aquela coisa: ler essa coleção como arte não dá, porque não é o caso. É entretenimento. E se não cumpre o propósito, eu acabo não me empolgando muito. Mas claro, muito provavelmente os livros não me agradaram pela questão pessoal de eu não suportar histórias com lobisomens e shapeshifters em geral, de repente se essa é sua praia você deveria dar uma conferida. De qualquer modo, eu já estava meio desanimada sobre a série da Anita Blake, mas resolvi dar uma chance e comprar o quinto livro da série, Bloody Bones.

Ainda bem que dei uma nova chance. Esse é provavelmente um dos melhores até o momento. Preserva todos os elementos que fazem das histórias da Anita algo tão legal, com aventura sem parar e claro, aquele senso de humor ácido da protagonista-narradora. Nessa história Anita é chamada em outra cidade para levantar corpos em um cemitério, para resolver um problema judicial sobre posse do terreno. Lá, a polícia local pede ajuda para resolver um caso que envolve assassinato de jovens.

E pronto, cartas na mesa começa a diversão. Incluindo momentos que tiram qualquer aura “romântica” que os vampiros podem passar (sério, é nojento O_o). Não gostei muito do final, porque ao misturar muitos elementos a conclusão vem rápida e meio forçaa, mas a verdade é que isso não estraga o todo de maneira alguma.

Conclusão? Uma pena que a Rocco não esteja aproveitando a onda de vampiros para colocar ao menos mais alguns livros da série no mercado. Pelo contrário, o mais recente lançamento da Laurell que chegou por aqui foi o Sedução Profana, que é de uma outra série. Talvez seja o caso de enviar emails para a Rocco pedindo mais Anita Blake em português, hehe. Tem duas formas de entrar em contato: pelo site, ou através do email rocco@rocco.com.br

4 comentários em “Bloody Bones (Laurell K. Hamilton)”

  1. Estou no sexto livro da série, e ate agora o 5° ainda é meu favorito.Gosto da Anita, com o JC, não gosto do “resto”…rsrs… :iei:
    ate aqui valeu a pena ler, só espero q não se perca nós próximos… :confused:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *