Season Finale: The Mentalist (S01E23)

mentalist1(Post com spoilers)

The Mentalist estreou em 2008 e logo conquistou um espaço na lista das séries mais vistas lá fora. A ideia não era exatamente original (como comentei por aqui logo após assistir ao Piloto), mas acaba chamando a atenção especialmente pelas personagens. Não é só o protagonista que é carismático, mas as pessoas que trabalham com ele também.  E estava indo tudo muito bom, tudo muito bem até que o fator “um tico de margarina esticada num pão gigante” entrou em ação.

O primeiro ano inicialmente contava com 13 episódios, mas com o sucesso que fez acabou ganhando outros 10. Coincidência ou não, Crimson Casanova (s01e14) é um dos últimos episódios acima da média em toda a temporada. Os demais parecem um “cumprir tabela”, com situações se repetindo e só com as atuações segurando as pontas, digamos assim.

Então, era de se esperar que pelo menos o último episódio da temporada tivesse aquele algo a mais que vimos até o 14º, certo? Afinal, normalmente é aí que o gancho para a próxima temporada é deixado, com várias indagações e aquela vontade de saber o que acontecerá. Mas não foi bem a sensação que tive ao assistir Red John’s Footsteps, que é obviamente sobre a nêmesis de Jane. O problema é que usar o Red John só porque chegamos ao fim da temporada não é o suficiente.

Queremos perguntas. E não as mesmas perguntas do início da temporada, mas algo novo que nos faça querer ver a segunda temporada, pensando que não será apenas uma repetição de tudo que já foi visto antes. Levando em consideração que a série não precisa seguir exatamente uma ordem cronológica (já que a única marca de tempo ali seria o relacionamento entre o Rigsby e a Van Pelt, que nunca dá em nada mesmo), eu teria invertido os episódios e deixado o Red John’s Friends (s01e11) como conclusão.  Sim, continuaríamos sem grandes indagações, mas pelo menos foi eletrizante e não dava aquele gosto de já ter visto tudo aquilo antes.

Não sei. Após episódios como esse você fica pensando que se o Jane NUNCA alcançará o Red John e NENHUMA informação nova relevante será apresentada, aí episódios sobre o Red John, que deveriam ser os mais importantes, serão simplesmente sem razão de ser. Vou assistir para que se eu já sei o que NÃO vai acontecer? É quase como ler um livro de mistério já sabendo quem é o assassino. Talvez por isso eu prefira que resolvam de uma vez a questão do Red John e deixem o Jane trabalhando nos demais casos da CBI por pura bondade ou algo que o valha ¬¬’

E já que estou falando de séries: faltam pouco mais de três semanas para começar a segunda temporada de True Blood. =D

7 comentários em “Season Finale: The Mentalist (S01E23)”

  1. Ola, essa é a primeira vez que lei seu blog (na verdade estava atrás de ler algo sobre a trilogia Millenium do Stieg Larsson). pois bem, parando a digressão e voltando ao tópico “The Mentalist”… li em alguns dos vários sites que olho sobre séries que os produtores não pretendem esclarescer ou digamos “finalizar” o tópico Red Jonh até.. o FIM DA SÉRIE. Isso mesmo. Eles disseram que Red Jonh “faz parte do Jane”. Vou ver se acho o artigo pra te dizer melhor. Se quiser, quando eu achar, posso te passar por email.

  2. Engraçado, eu já acho que os episódios melhoraram depois da metade da temporada. Pelo menos, eles pararam com algo me incomodava bastante, o final scooby. Nos primeiros, tinha aquela coisa de resolver os mistérios aparentemente do nada e depois passavam os cinco minutos finais dos episódios explicando como Jane chegou àquela conclusão brilhante (Lembra dos desenhos do Scooby Doo? Igual). Era meio ridículo.

    Nota 10 nesta série só pro Cho mesmo. Que charme 😉

    1. ah, eu gostava das explicações. =/ pq no final das contas apontava algo que não tínhamos percebido e que estava lá. me encheria se fosse algo tipo o jane dizendo “ah, e você obviamente é um padeiro pq estou sentindo o cheiro de pão em você”, que é meio sacanagem, já que no final das contas não podemos acompanhar as observações com ele, entende? algo assim.

      mas no segundo ano vou dar mais uma chance. com sorte a série encontra um meio termo.

      e there’s no business like cho business :g:

  3. Ainda bem que sou u ser bastante “esperto” e posto um novo comentário em vez de ‘responder’ seu post…

    O que eu te perguntar é, observando que você gosta do gênero terror ia perguntar se você já deu uma olhada ou já ouviu falar de HARPER’S ISLAND. Um série americana que terá 13 episódios que trata desse gênero meio misturado com suspense estilo Agatha Christie (palavras de algum site de séries que eu li).

    Eu estou gostando. Não vou tão longe em dizer suspense estilo A. C., mas pra esse tipo de gênero é muito bom. As mortes são bem “interessantes”. Aqui vai um clipe da série (que na terra do Tio Sam passou seu 6º episódio): http://www.youtube.com/watch?v=ZfjC5sbsC8s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *