Nasi e os Irmãos do Blues

Qualquer um que é minimamente ligado ao cenário musical brasileiro, mas especificamente do rock, está sabendo do bafafá que foi a saída do Nasi da banda Ira!. Ameaças com facas, processos de interdição e por aí vai – a coisa foi feia mesmo (mas niguém disse que separações são fáceis, certo?). Mas acredito que não cabe ao público definir quem é o certo ou o errado nessa história toda, nossa função é ouvir música – então vamos à música.

Na época que ainda estava no Ira! (láááá nos anos 90), o Nasi tinha um projeto muito bacana, conhecido como Nasi e os Irmãos do Blues (aahhh, agora você entendeu o título do post). O projeto é tão bacana, mas tão bacana, que dele saíram três álbuns e inúmeras participações em festivais de blues, o fato é que por mais que eu goste de Ira! devo dizer que Nasi e os Irmãos do Blues é bem melhor. As letras são inocentes e ao mesmo tempo irreverentes (você escuta coisas como “eu sou o gângster, o gângster do amor”, “quando olhas para mim quando está calor eu sinto frio” e outros versos desse naipe).

E talvez até pelas letras, o fato é que ouvir a banda é como unir o útil ao agradável: o som é muito bacana, e ao mesmo tempo é diversão garantida. É realmente muito legal e vale a pena conferir. Eu não sei a que pé está o projeto no momento, porque parece que o Nasi depois da separação resolveu embarcar em um tal de “Nasi e Banda”, o que inclui tocar antigas músicas do Ira! – mas eu espero sinceramente que ele volte a investir nos Irmãos do Blues.

Para quem ficou curioso, procure pelos álbuns Os Brutos Também Amam, O Rei da Cocada Preta e Uma Noite com Nasi e os Irmãos do Blues. E se estiver de bobeira, não deixe de conferir um outro projeto do qual o Nasi participou recentemente que também é bem legal, o RockStar Ghost. É uma animação na qual ele é, hum, ele mesmo – mas tem que caçar fantasmas de celebridades da música que “voltaram” depois de fãs tocarem discos ao contrário. No YouTube tem La Reina de los Muertos completo.

Em tempo: separados no berço, Nasi e Wolverine.

2 comentários em “Nasi e os Irmãos do Blues”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.