Absolute Sandman no Brasil

endless12.jpg(ou: Pixel é minha pastora e HQ boa não faltará)

Sonhadores, uma ótima notícia: foi anunciado ontem na Pixel Preview que agora em 2008 a editora publicará Sandman. “Aah, Anica, mas a Conrad acabou de publicar aqueles encadernados lindooos, aliás, ainda faltam dois arcos, como assim ótima notícia?”, você deve estar pensando. Bom, o que garante o ótimo é que o material a ser publicado pela Pixel é o Absolute Sandman, com colorização novíssima (que faz MUITA, MUITA diferença).

Outra coisa bacana: a capa é cartonada, e muito embora não se fale ainda em preço, é certeza que será bem mais acessível do que o da Conrad. E não pense que a capa cartonada implica em baixa qualidade: além das cores novas, o papel é especial, e ainda vem recheado de extras, então é produto de primeira, sim.

“Aniiiiica, mas qualé dessa colorização?” Bom, tem casos que o melhor é mostrar de uma vez, né? Há um tempo atrás a Pixel divulgou uma página da Absolute para que fosse possível comparar uma edição com outra. Então, clique nos links e veja com seus próprios olhos a diferença entre uma e outra:

Original

Absolute Sandman

Sacou, sacou? É, mas sabe o que é melhor? A Pixel não parou aí. Além de lançar o Absolute, prometeu lançar Os Caçadores de Sonho (lançado pela Conrad mas já esgotado) e Noites Sem Fim (também lançado pela Conrad). E além disso…. THE SANDMAN COMPANION!!!!!!!!!!!! :ahhh:

******

ATUALIZAÇÃO:

O Marco lá no Meia Palavra falou algo que explica muito bem a questão das cores (diferença entre “edição nova” e “cores novas”, por exemplo) e achei bem legal então colocarei o post dele aqui:

A princípio achei que tinham apenas mexido nos níveis da imagem, corrigindo a iluminação, mas não. Houve intervenções em vários quadros, substituindo cores, adicionando degradês que não existiam e deixando a imagem mais nítida.

Cores novas podem ser percebidas como no primeiro quadro, no reflexo do globo de vidro, e no oitavo quadro, onde o Sandman sopra areia dos sonhos e seus captores. Também corrijiram um erro clássico, onde o colorista anteriormente tinha deixado algumas faixas lilazes, no lugar do fundo que deveria ser azul.

Gostei do trabalho, deixou a história mais limpa. Uma das coisas que mais me incomodou quando li Prelúdios e Noturnos a primeira vez foi a quantidade de ‘sujeira’ nos quadros. A nova colorização dá mais destaque aos personagens e com certeza torna a leitura muito mais fluida e menos cansativa. Adorei!

8 comentários em “Absolute Sandman no Brasil”

  1. Esses dias mesmo eu tava me lamentando com a Conrad porque que queria comprar a serie deles (eu comprei a seria toda ao longo das váááááária editoras que tentaram publicar aqui no brasil) e o primeiro volume esta esgotado

    Agora com Absolute poderei ter a serie toda em um formato para guardar e reler e reler e reler!!!

  2. Essa noticia só é boa pra quem nunca leu a série e vai começar do zero. Pra quem, como eu, tem todos os livros da Conrad desde o começo é uma droga ter q comprar tudo de novo ou entao ficar com metade da coleção com uma qulidade e a outra metade com outra. Porque independente de preço, a qualidade da Conrad tá longe de ser batida e pra quem é fã, dá sim pra guardar 60,00 a cada 3 meses pra comprar.
    Droga mesmo!

  3. Acho mais negócio obter os Absoluts do que as “ediões definitivas” da Panini, visto que o preço é praticamente nivelado (volumes a 60 dólares na Amazon).

    Sem contar que a versão gringa vem com slipcase, marca-texto, capa de couro, tem um formato bem maior etc. E de quebra é a línguagem original.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *