O Clube do Inferno

Ontem teve churrascada com o pessoal, foi ótimo. O André levou um cd com umas músicas que tocavam direto no começo da minha adolescência. Sessão túnel do tempo, hehe

Bom, achei interessante, a essa altura do campeonato, explicar o nome do blog. Mesmo porque não é todo mundo que lê x-men compulsivamente como eu 😳

O Clube do Inferno (ou Hellfire Club)

hellfirelondon

É difícil não perceber a homenagem à série Os Vingadores (a série era legal, o que fizeram com o filme é melhor nem comentar ¬¬). Primeiro, porque tem um episódio que eles confrontam um grupo com o mesmo nome, e que os membros do círculo interno usavam trajes de época, tal como no Clube da hq. Outra coisa: nesse episódio, a Emma Peel usa trajes iguais ao da Rainha Branca… a Emma Frost. Mais uma coisa: já existiram “Clubes do Inferno” de verdade. Mas esses eram meio que bordéis de milionários, digamos assim.

Na hq o lance não chega a ter uma conotação de “bordel”, mas dá para se dizer que é um lugar onde os ricos e poderosos têm a disposição todo tipo de prazeres, legais e ilegais. Mas ok, sejamos honestos: eles querem dominar o mundo. Típico, qual vilão não quer? :mrpurple:

No Clube cada membro tem como título uma das peças de xadrez. A Emma Frost, por exemplo, era a Rainha Branca (atualmente a Rainha Branca é a irmã da Emma, Adrienne Frost.). Sebastian Shaw é o Rei Negro, Selene a Rainha Negra (é ela que está no banner do blog agora) e assim vai.

Tem a versão do Clube do Inferno em Londres, mas lá as “peças” são vermelhas. E como as histórias do Clube em Londres dependem do já extinto Excalibur, nem preciso dizer que são mais raras do que do Clube de Nova York, que ficou conhecido desde que apareceu na fase da Fênix Negra (que eu achei para vender em um sebo na semana passada e fiquei loca de feliz).

Resumindo o blablabla: um Clube só para raros. Não preciso falar mais nada, né?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *