It’s always sunny in Philadelphia

sunny_in_philadelphia.jpgEntão, continuando a saga televisiva (quem vê pensa que estou com tempo e falta do que fazer vazando pelos ladrões…), conferimos o primeiro episódio do primeiro ano de “It’s always sunny in Philadelphia“, comédia que está sendo bastante comentada por aí e que no segundo ano tem o Dany DeVito no elenco.

O que dizer? Aparentemente é como se a rapaziada do South Park virasse dona de bar. Humor negro e sem noção e situações ultrapassando longe as bordas do politicamente correto. E ei, isso é muito legal! 😀

Eu já falei ‘n’ vezes por aqui, mas acho que o tal do politicamente correto às vezes costuma ser uma bela pedra no caminho não só no campo do humor, mas no da ciência também. Estou comentando isso por causa da recente polêmica em torno das afirmações de James Watson sobre evolução e etnias.

Sabe o que me emputeceu sobre isso? O alarde e a reação à afirmação. A sensação que dá é que hoje em dia ninguém mais “veste o jaleco” para refutar esse tipo de hipótese, aparentemente as pessoas simplesmente acham que é só ligar o “se não é politicamente correto é absurdo” e pronto. Isso é um atraso.

E vou destacar aqui, antes que pensem que sou racista (o que seria imbecil em tantos sentidos que fico até me indagando de por que alguém pensaria isso): não é nem pelo fato do cara estar falando bobagem ou não, é só por nos sustentarmos em um juízo de valor (que sim, o tempo já mostrou que muda mais rápido do que podemos prever) e não em dados científicos para dizer que o cara é um idiota.

A sensação que dá é que estamos nos acostumando com algumas “verdades” por pura preguiça de usar do nosso direito de QUESTIONAR. Enfim, não esqueçam. It’s always sunny in Philadelphia tem pinta de ser bacana, House continua ótimo e o Richard Dawkins não gosta de mim (é, comecei a ler Deus, um delírio?).

4 comentários em “It’s always sunny in Philadelphia”

  1. É muito mais fácil ligar o “ignore” diante de algo que parece ser absurdo que ir pesquisar, ler, saber realmente do que se trata.
    Foi uma baita ignorância não deixarem ele palestrar.

    BjoS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.