Ralf, não coma a cola!

b01199_edna.jpgSempre que retorno à condição de professora, tenho que lidar com essa triste realidade: a decepção faz parte do meu trabalho. Não é decepção de ter um chefe que não reconhece seu valor (minha chefe é gente boníssima), de ter um ambiente de trabalho ruim (eu dou boas risadas nos intervalos) ou coisas do gênero.

É a decepção de qualquer professor: a de ter que encarar o fato de que nem todo mundo está a fim de aprender. Eu sei que é algo bastante óbvio, mas acho que para mim a obviedade disso funciona tal e qual a de que precisamos colocar o verb to be para construir a voz passiva, mas eles não o fazem. Eu sou uma pessoa fascinada por conhecimento, do tipo que fica toda animada com Gramática Categorial por ver “algo de diferente”. Para mim, aula é sinônimo de oportunidade.

Por isso fica tão complicado entender por que tem meia dúzia de pessoas que se contenta em simplesmente decorar algumas coisas para ficar na média e dizer que terminou o curso de Inglês. Terminou, mas não aprendeu. Do que adianta isso? Nada, absolutamente nada…

Mudando de saco para mala, porque eu não tive tempo de atualizar e não quero deixar o GP Brasil passar em branco, duas coisas:

1. Vão massacrar o Massa (há,há) caso ele não vença ano que vem. Expectativa per se já é uma merda. Expectativa de brasileiro sobre seus “novos ídolos” é ainda pior.

2. O que o Schumacher fez na pista no último domingo foi mostrar para meia dúzia de ranhento que sim, ele fará falta.

5 comentários em “Ralf, não coma a cola!”

  1. Eu dou aulas de inglês e, sinceramente, já desisti de imputar conhecimento em alguns alunos. Já que o salário é uma merda e só eu definitivamente faço alguma coisa em sala, meu tempo é gasto tirando um sarro da cara dos alunos – sem que eles percebam, claro.

    1) Eu nunca levei fé no Massa, sempre disse. Ele ganhou. Legal. Se ganhar denovo, legal. Se não ganhar, legal.

    2) Falta do Schuma? Nein, dankeschön.

  2. Newspaper Editor on 27 Outubro, 2006 at 10:33 am said:

    2) Falta do Schuma? Nein, dankeschön.

    👿

    Lucas Restelli on 28 Outubro, 2006 at 12:22 am said:

    Mas, decorar o verb to be é uma coisa chata mesmo, né? 😐

    ué, só precisa decorar I am, he she it is e o resto are. Não é tão ruim assim 😮

    Fabiano on 28 Outubro, 2006 at 12:29 am said:

    É, eu sei bem a decepção que é ser professor. Dei aula de inglês em….1996 e foi uma merda.

    [velho mode: ON]Ai, minha artrite![velho mode:OFF]

    nuss, em 96 eu estava na oitava série O_o

  3. Nossa não tem como não postar!!Anica minha querida não sei se vc saba mas eu to lecioonando História!!Pois é :mrgreen: hahahha prefiro a roxa masss essa lembra os bons tempos do forum!!Então outro dia estava eu explicando meios de produçâo, Capitalista e Socialista e putzzzz não tem como nâo ficar suuuper empolgada!!E os meus alunos alí me olhando…parecia um monte de alfaces!!Pobres alfaces letárgicas!!!É isso pra mim toda aula é uma puta oprtunidade!!!Masssss e sensaçâo q eu tenho é q nâo importa todos os argumentos, todas as provocaçôes q eu ainda vou usar!!Eles talvez nunca evoluam…nunca deixem de ser um alface e se tornem um grande “Repolho”!! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.