A Piada Mortal

a piada mortal

Está aí uma HQ que eu não canso de reler. Não vou entrar nos méritos de “É Alan Moore, você queria o quê?”, porque ninguém é perfeito e um dia Alan Moore vai pisar na bola. Um dia, mas não agora. “A Piada Mortal” nasceu clássico.

Foi criada em 1988, ilustrada por Brian Bolland (final dos anos 80 foi um período muito bom para as HQs, acredito eu). Em “A Piada Mortal”, Coringa aparece mais insano do que nunca, e por mais contraditório que possa parecer, é da boca dele que saem as verdades mais sensatas.


O texto e a arte casam perfeitamente, como acontece com as HQs que merecem destaque. E o melhor: a história vai além do eterno confronto entre Batman e Coringa, é uma excelente discussão sobre o que é loucura (ou quem são os loucos). E, sejamos francos, não há pessoa melhor para falar sobre o tema do que Alan Moore, não é?

Enfim, “A Piada Mortal” é simplesmente brilhante. O final, com Coringa contando a piada sobre a fuga dos loucos chega a ser poética, é linda. Algo que realmente especial para os fãs de Batman.

“Senhoras e senhores!!! Vocês já o conhecem pelas manchetes dos jornais!! Agora tremam ao ver com seus próprios olhos o mais raro e trágico dos mistérios da natureza!! Apresento… O HOMEM COMUM!!! Fisicamente ridículo, ele possui, por outro lado, uma visão deturpada de valores. Observem o seu repugnante senso de humanidade, a disforme consciência social e o asqueroso otimismo. É mesmo de dar náuseas, não?? O mais repulsivo de tudo são suas frágeis e inúteis noções de ordem e sanidade. Se for submetido a muita pressão… ele QUEBRA!! Então, como ele faz para viver?? Como esse pobre e patético espécime sobrevive ao mundo cruel e irracional de hoje? A triste resposta é… “NÃO MUITO BEM!” Frente ao inegável fato de que a existência humana é louca, casual e sem finalidade, um em cada oito deles fica piradinho!! E quem pode culpá-los? Num mundo psicótico como esse… qualquer outra reação seria LOUCURA!!”

(Coringa, em um dos melhores momentos de “A Piada Mortal”)

2 comentários em “A Piada Mortal”

Deixe uma resposta para coringa Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *