Zooooooooombieees!!

Eu não consigo mais lembrar quando foi que tivemos um final de semana sem chuva aqui em Curitiba. Eu não vou usar a chuva como desculpa para ter ficado em casa, o fato é que se há um lado bom na quantidade de dias chuvosos é que eles fazem um clima ideal para assistir filmes de terror, mesmo que não esteja necessariamente escuro.

E aí que nesse final de semana eu fiz isso. Vi filmes. E uou, por coincidência, filmes de zumbi. O primeiro segue aquela linha que eu adoro, o terrir. Chama-se Dance of the Dead (não confundir com o episódio de Masters of Horror com o Robert Englund) e é um dos filmes do Los Angeles Scream Festival desse ano. Só com a sinopse já dá para entender porque é um terrir: na noite do grande baile da escola, os mortos se levantam e começam a comer os vivos, e os únicos que poderão parar os zumbis são os losers que não conseguiram ir ao baile.

Cheio de sangue, pedaços voando para todos os lados e muita tiração de sarro dos filmes teens, é realmente muito bacana. Acho que só escorrega mesmo na hora que “empresta” algumas piadas de outro filme do tipo, o Shaun of the Dead (como por exemplo a cena no mercadinho, com o vendedor não sacando que estava falando com um zumbi).

O segundo é o filme mais recentemente lançado do George Romero, Diary of the Dead. Esqueça os zumbis “inteligentes” de Terra dos Mortos mas ainda assim um filme bastante maizomeno se comparado com Night, Day e Dawn of the Dead. Nesse filme um grupo de estudantes decide gravar um documentário sobre o caos que está imperando desde que os mortos começaram a retornar.

Por causa disso, o filme é todo naquele esqueminha meio A Bruxa de Blair, mostrando apenas o que está sendo filmado (e dá-lhe cenas de correria e câmera balançando para lá e para cá). Funcionou com a Bruxa porque teve toda aquela história se tratar de uma história real e blablablabla. Mas não funciona mais. Capuft. Não tem mais graça. Vamos inventar algo novo, ok? Mas deixando isso de lado, ok, é um filme razoável. Até porque, aquelas coisas, o sonzinho da chuva do lado de fora acaba deixando qualquer filme palatável.

Em tempo, já que estamos falando de zumbis fica aqui a dica lá do Nerds Somos Nozes: My Zombie Pinup. É, não falta inventar mais nada :g:

10 comentários em “Zooooooooombieees!!”

  1. Antes de qualquer coisa, “eu sou a entidade Ana + Fábio” o car***o 😡

    E quem pega essas preciosidades pra você sou eu, você bem sabe, se bem que não assistiríamos se ambos não gostássemos. E que venha Zombie Strippers, UNCUT, claro :g:

    Ou seja, nesse grupo somos três

  2. Esse lance do filme de romero não é por “querer fazer algo como a bruxa de blair”, o gênero na verdade é chamado de mockumentary. E Não é uma marca da bruxa de blair, na verdade é um estilo que existe desde a decada de 80. Só que hoje ta sendo mais explorado pelos cineastas (vai ver é porque não se tem mais idéias pra filmagens) e eu acho ótimo pra o gênero zumbi, ja que esse estilo de filmagem deixa o telespectador agonizado enquanto assiste. =)

    Indico aqui:
    Rec
    E a série Dead set (creio que todos ja conhecem)

    Parabéns, ótimo blog.

    1. Eu sei o que é um mockumentary, Diego, e costumo usar bastante a expressão aqui pelo blog ;D De qualquer forma valeu pela explicação, é o bacana de deixar os comentários abertos: todo mundo lê e todo mundo pode aprender com isso.

      Sobre REC e Dead Set, eu já comentei por aqui tb ^^

      Valeu os elogios ao Hellfire, espero que volte ;D

      1. opa, então vou me desculpar =)
        é que eu gosto do gênero mockumentary, e as vezes quando vejo alguem falando mal. penso logo que é por não conhecer o gênero.

        Bom, vou passar a ler mais o seu blog, pelo que vi tem muita coisa que eu gosto aqui, hehe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *