Essa gente cheia de opinião

dogAh, a Internet! Esse ambiente anarco democrático no qual todos podem conseguir não só informações sobre poetas de regiões obscuras do mundo, como também tem espaço livre para dar sua opinião a respeito de qualquer coisa: desde o macarrão que comeu em determinado restaurante até o filme que acabou de assistir.

O lado bom da internet é que ela é livre. O lado ruim da internet é que ela é livre. Explico: se antes alguém tinha poucas opções para ser ouvida (caixote em rua movimentada? cartas para a Veja? etc.), agora pode falar em qualquer lugar (embora a possibilidade de ser ouvida continua a mesma): Fóruns de discussão, espaço de comentários de sites, orkuts da vida, etc.

“Mas isso não é bom?”, você pergunta. Claro, claro. O problema é não poder criar um “chiqueirinho” para a gurizada que não aprendeu nem a comer com garfo e faca, que dirá expôr opinião de forma clara e que não envolva agressão.
Por exemplo: acho extremamente irritante quando em uma discussão sobre Grande Sertão, enquanto todo mundo está lá indicando pontos positivos e negativos da obra, vem um cretino e escreve “Seus paga pau! Vaum a merda! Essi livro eh uma boxta!” Então um bom samaritano pergunta “Mas por que é uma bosta?” e o ignorante dá xilique e ataca de “Nerd excrotu! Respeiti minha opiniaum!!

WTF?! Isso quando ao invés de adotarem a atitude defensiva, já não partem para a agressão quando alguém apresenta opinião contrária (como no famoso caso do post sobre o Kingdom Hospital lá no blog do Fábio). Já não é uma questão de respeitar opinião, é uma questão de que todo mundo tem que ter a mesma opinião (e tamanha ironia: ninguém respeita a opinião de ninguém). Nesse caso, ter um espaço aberto para quê?

Sinceridade? A internet era um lugar muito, mas muito mais bacana quando comecei a freqüentar. A pivetada (aqui falando de idade psicológica, sabe como é) ainda não era maioria, os “axus” não eram predominantes e por aí vai. Queria que existisse algum lugar por aqui no qual a babaquice ficasse de fora e as pessoas não confundissem discussão com ‘briga’.

12 comentários em “Essa gente cheia de opinião”

  1. Que nada. Esse lance das crianças se matando em discussões é a melhor parte da Internet. Particularmente porque você pode confirmar que, apesar de todo o avanço tecnológico criado pela raça humana para dar mais aparato à racionalidade e temperância, só se criam, dia após dia, mas retardados e doentes mentais.

  2. Veiculos públicos são assim. Quem diz o que quer, ouve o que não quer.

    E o pior disso é que o povo não sabe nem dizer as coisas direito. Se as pessoas soubessem argumentar, seria tudo tão legal. 😐

  3. Sabe quando tem aquele grupo agindo de forma imbecil, que você fica observando de longe? Eles poderiam ser assim, né? Eu ligo o modo ‘ignorar’, mas tem gente que, bem, não é imbecil mas dá corda para os patetas. :doh:

  4. Lukaz on 8 Março, 2006 at 2:45 pm said:

    Veiculos públicos são assim. Quem diz o que quer, ouve o que não quer.

    E o pior disso é que o povo não sabe nem dizer as coisas direito. Se as pessoas soubessem argumentar, seria tudo tão legal. 😐

    Pois é, o problema é justamente o não saber dizer as coisas direito. E sabe o que é mais engraçado? Chega um momento que os mais sensatos são ignorados e os retardados simplesmente dominam ¬¬’

  5. Aliás:
    Só agora que olhei o link do rapaz. Pode dizer o que for, mas PELO MENOS os comentários xiitas foram engraçados.

    Emfim, isso é que dar comentar trabalho do Stephen King: além de ser o escritor mais escroto da pobre literatura conteporânea, tem os fãns mais débeis mentais da atualidade, em geral, toda aquela gama de adolescentes punheteiros prontos para atacar .

  6. Tem sempre alguém que perde a oportunidade de ficar calado, tanto virtualmente como realmente. Penso que acontece com todo mundo.
    Mas o importante é você perceber que está em “estado de mico” e parar.
    Lógico que os infanto-imbecis nunca param, e realmente num debate que vira provocação eles dominam pois quem sabe o que está falando e não dá a mínima simplesmente ignora e encontra algo mais importante pra fazer/debater.
    Concordo que esta é a parte mais engraçada da internet! :mrpurple:

    BjoS!

  7. Marilia on 8 Março, 2006 at 3:49 pm said:

    Tem sempre alguém que perde a oportunidade de ficar calado, tanto virtualmente como realmente. Penso que acontece com todo mundo.
    Mas o importante é você perceber que está em “estado de mico” e parar.
    Lógico que os infanto-imbecis nunca param, e realmente num debate que vira provocação eles dominam pois quem sabe o que está falando e não dá a mínima simplesmente ignora e encontra algo mais importante pra fazer/debater.
    Concordo que esta é a parte mais engraçada da internet! :mrpurple:

    BjoS!

    O problema é que eles são tão idiotas que acham que estão abafando, e não pagando mico. :dente:

    Urd Sama on 8 Março, 2006 at 6:04 pm said:

    Nossa, lendo os comentários do link tive a impressão de ser alguém com multipla personalidade colocando comentários esdrúxulos….

    Pior que são pessoas diferentes, em épocas variadas. Aliás, além do Kingdom Hospital tem mais um tópico dele que rendeu bastante asneira nos comentários, um sobre carro voadores. Como disse, deveria existir um cercadinho para a pirralhada ficar brincando à parte :mrpurple:

  8. Eu achei Hilário, ele deve ter um carinho especial por esse post.

    A internet está recheada de idiotas, como o mundo inteiro também está, mas a diferença é que aqui na rede tem a possibilidade de não ser identificado. Se o Fábio Bettega tivesse expressado sua opinião fora da rede ninguém daria a cara a tapa. Poderia se prejudicar, passar por imbecil, retardado, ignorante, mas aqui… aqui ngm te conhecesse mesmo, pode soltar os bichos e fazer a maior putaria que não terá grandes problemas.

    Agora sobre o filme de terror: Eu amo filmes trash, aqueles tipo The Stuff, mas morro de medo de filme como O Chamado, por isso creio que não verei o dito do post . 😆
    Com literatura já não tenho esse roblema, um exemplo, li o Iluminado 9 unicolivro do King que curti) e nem me abaleiu, mas fui assistir o filme e sai da sala cagando de medo…

    Pode roubar o post que quiser.

    P.S.: Vc curte quadrinhos, né? Já leu Y-The Last Man?

  9. Primeiro, passa pro Bettega, e pra vc também, minhas desculpas pelo domingo. Eu tava trabalhando numa mudança (da namorada). E, como eu já tinha prometido ajudar antes de receber a mensagem do Bettega avisando do jogo, não rolou. Mil desculpas. MESMO.
    Mas bem… Esse teu post, principalmente o final, me lembrou um ‘banner’ que eu vi uma vez em um site. Não era lá muito politicamente correto, mas era extremamente sarcástico.
    Tinha um cara numa cadeira de rodas, daquelas corridas de deficientes. E o seguinte texto: “To argue in the Internet is just like the paraolympic games: even if you win, you are still handicaped”.

  10. O chato da internet não é só o grande número de agressões à toa, mas também a quantidade de pessoas que usam só pra aparecer… écati… e quase sempre pessoas sem conteúdo nenhum…que ficam mostrando fotinhas do barzinho no flog e saem fazendo propaganda do mesmo internet afora…

    E ainda as pessoas que escrevem o primeiro absurdo que vêm na cabeça confiando no anonimato… não estou falando nem de agressões a outros pq não sabem debater, mas outras coisas, piores ainda.

    Sempre tento escapar de lugares onde as criancinhas infestam. Quase sempre consigo.
    Mas às vezes é impossível, como no caso de comentários no blog (se bem que no meu quase ninguém comenta).

    Mas mesmo com esses problemas, adoro ficar horas em frente ao pc navegando ^^.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.